CPVI - Centro de Pesquisa da Visão Integrativa

Tel: (11) 3256 3368

E-mail: cpvi@cpvi.com.br

Quinta, 21 de Dezembro de 2017 - Bom dia!
Óculos / Lentes
Acupuntura
Artigos Diversos
Baixa Visão
Cirurgias Oculares
Dependências
Editorial
Espiritualidade
Exercícios Oculares
Funções dos olhos
Homeopatia
Iridologia
Medicina psicossomática
Palestras
Qualidade de Vida
Vídeos
Eventos
Links
Depoimentos
Faça sua adesão na CPVI

Cirurgias Oculares

Plástica Palpebral. Antes e depois da cirurgia


Antes da Cirurgia

Com a idade, a pele perde elasticidade, os músculos se enfraquecem e a gordura se acumula em volta dos olhos.

Você deve estar em dia com seus exames oftalmológicos, particularmente no que se refere ao uso de óculos, lentes de contato, à capacidade de seu organismo produzir lágrimas e quanto a moléstias oculares como glaucoma e descolamento de retina. As informações médicas solicitadas pelo seu cirurgião, bem como sua idade e seu tipo de pele, ajudarão vocês a chegarem a uma decisão conjunta sobre a técnica cirúrgica e a necessidade de operar tanto as pálpebras inferiores quanto as superiores. Seu cirurgião lhe fornecerá instruções pré e pós-operatórias, inclusive quanto à alimentação e medicamentos que devem ser tomados ou evitados. Lembre-se de que o cumprimento das instruções tem grande influência no sucesso da cirurgia.

Durante a cirurgia

A cirurgia é realizada sob a anestesia local com ou sem sedação e dependendo da

As incisões são marcadas seguindo as dobras naturais das pálpebras.

extensão do procedimento pode levar de uma a duas horas. Você permanecerá acordado (a) e receberá um sedativo a fim de que possa relaxar. Se você se submeter à cirurgia das quatro pálpebras, é provável que as superiores sejam operadas primeiro. Inicialmente, o cirurgião marcará os locais das incisões, de modo que com o tempo torne-se praticamente impossível que alguém perceba as cicatrizes da cirurgia.

Na cirurgia das pálpebras superiores o cirurgião irá trabalhar ao longo das incisões, separando a pele dos tecidos gordurosos e músculos. Em seguida, removerá a gordura, o excesso de pele e músculos que tendem a se acumular, especialmente, na região do canto interno do olho.

Depois, as incisões são fechadas com pontos bem pequenos. Se na cirurgia das pálpebras inferiores, além da gordura, houver necessidade de remover pele e músculos o cirurgião executará uma incisão logo abaixo dos seus cílios.

A gordura, juntamente com o excesso de pele e músculo, é removida. Na blefaroplastia transconjuntival não há remoção de pele e músculos.

Caso seja preciso remover apenas gordura das pálpebras inferiores, o cirurgião poderá optar por uma incisão por dentro da pálpebra que não deixa cicatrizes. Após a remoção da gordura, a incisão é fechada com pontos absorvíveis pelo organismo. Essa técnica, denominada blefaroplastia transconjuntival, dispensa a incisão externa. É realizada em pacientes mais jovens, com pele mais espessa, elástica e sem flacidez.

Após a Cirurgia

Concluída a cirurgia, o cirurgião aplicará uma leve camada de pomada oftalmológica com antibiótico e, provavelmente, protegerá a incisão com um fino curativo do tipo micropore. Dependendo da quantidade de tecido removida poderá haver necessidade de internação por algumas horas. Depois que receber alta alguém deverá levar você de volta para casa e, nos primeiros dias, você poderá precisar também de ajuda caso necessite sair de casa.

Ao passar o efeito da anestesia, algumas pessoas sentem os olhos apertados e ligeiramente doloridos. Dependendo da rotina de seu médico, poderão ser prescritas medicações como analgésicos e/ou antiinflamatórios, colírio e pomada. Para diminuir o edema e a formação de hematomas pós-cirúrgicos, os médicos geralmente recomendam a colocação de compressa de gelo sobre os olhos.

Enquanto não retirar os pontos, você não deverá carregar peso, fazer exercícios físicos, tomar banho de piscina ou permanecer em lugares quentes e abafados. Após vinte e quatro horas, você poderá lavar o rosto, enxugando-o delicadamente sem esfregar a pele próxima à cirurgia. Não há restrições quanto ao uso de óculos.

Voltando ao Normal

Seu médico lhe informará as atividades e locais que você deverá evitar e acompanhará seu progresso nas duas primeiras semanas. Entre dois e oito dias após a cirurgia, os pontos são removidos, de acordo como o programa de seu médico e os hematomas e a descoloração em volta dos olhos desaparecerão gradualmente. Dependendo da sua cicatrização, o médico poderá, então, autorizar o uso de maquiagem para disfarçar os hematomas remanescentes. Mas, você deverá ter cuidado especial ao removê-la. Entre duas semanas e um mês sua aparência ficará muito melhor. Geralmente, as pessoas voltam ao trabalho dentro de uma semana a dez dias. Os óculos escuros poderão ajudar você a se sentir mais à vontade em público.

A Sua Nova Aparência

Após a cirurgia, as pálpebras superiores caídas e as bolsas sob os olhos são eliminadas.

Os resultados positivos da cirurgia são quase imediatos, mas as cicatrizes poderão permanecer levemente rosadas nos seis primeiros meses e desaparecerão gradualmente até tornarem-se praticamente invisíveis. Os resultados da sua cirurgia plástica palpebral poderão fazer com que você pareça mais jovem durante muitos anos.

Se você quer parecer tão bem quanto se sente, pergunte ao seu médico se a cirurgia aplica-se ao seu problema.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Folder educativo para pacientes