CPVI - Centro de Pesquisa da Visão Integrativa

Tel: (11) 3256 3368

E-mail: cpvi@cpvi.com.br

Quinta, 21 de Dezembro de 2017 - Bom dia!
Óculos / Lentes
Acupuntura
Artigos Diversos
Baixa Visão
Cirurgias Oculares
Dependências
Editorial
Espiritualidade
Exercícios Oculares
Funções dos olhos
Homeopatia
Iridologia
Medicina psicossomática
Palestras
Qualidade de Vida
Vídeos
Eventos
Links
Depoimentos
Faça sua adesão na CPVI

Funções dos olhos

Patologias - Cataratas


Catarata congênitaÉ o processo de opacificação do cristalino, lente natural do olho, normalmente incolor e transparente, que tem como objetivo focalizar os objetos que enxergamos. A catarata é a maior causa de cegueira tratável no mundo.

Causas
A catarata pode surgir por: senilidade, problemas congênitos, traumatismo, defeitos metabólicos ou uso de medicamentos.

Senilidade
É a causa mais comum para o aparecimento da catarata, relacionada a idade, ocorre, em geral, após os 60 anos.

Catarata nuclear senilProb. congênito
Criança nasce portadora da doença devido a infecções intra-uterinas ou má formação do globo ocular.

Traumatismo
Após um acidente ocular, mesmo que não haja perfuração do olho, o trauma pode provocar a opacificação do cristalino.

Def. Metabológicos
Pode ser provocada pela diabetes, levando a uma perda visual mais rápida que em relação à catarata senil.

Uso de Medicamento
como o corticóide, por longos períodos, pode ocasionar catarata.

Sintomas
Os primeiros sintomas são as flutuações da visão, que se torna mais embaçada em determinados momentos. A visão começa a piorar gradualmente. Objetos podem aparecer amarelados, embaçados ou distorcidos. O dia parece estar enfumaçado. Outros sintomas comuns são: halos ao redor das luzes à noite, aumento da miopia, visão dupla ou sombras na visão. Em casos avançados, a catarata pode ser vista no centro da pupila como uma mancha branca ou amarelada.

Tratamentos
O único tratamento eficaz para a catarata é a cirurgia, que se subdivide em: extração extracapsular e facoemulsificação, ambos com implante intra-ocular de lente. Apenas em raras exceções as lentes não podem ser implantadas, como nos casos de doenças oculares graves associadas.

  • Extração Extracapsular: Neste procedimento o cirurgião faz uma grande incisão no limbo corneano para remover a cápsula anterior, retirar o cristalino e substituí-lo pela lente.
  • Facoemulsificação: é a técnica cirúrgica mais avançada para a correção de catarata. É feita uma pequena abertura na córnea, através da qual a catarata é emulsificada e aspirada ao mesmo tempo. Após a retirada do cristalino opacificado, é colocada uma lente intra-ocular para compensar o grau do cristalino normal.
Fonte: CPVI